O primeiro dia de sol

Eu estava descendo a rua quando o vi. Ele estava do outro lado, sorrindo pra mim. Camiseta vermelha, uma calça preta e tênis amarelos, exatamente como os meus. Ele acenou dizendo 'olá'. Sentou-se e fez da calçada um lugar confortável para uma conversa. Ele era desses que sempre se sentem em casa, ou que fazem de qualquer calçada…

A forma como celebramos o nosso amor

Há uma certa poesia na forma como fazemos isso. Eu confio a você as partes mais íntimas do meu corpo e você faz o mesmo. Nos deitamos pelados um ao lado do outro, e sem as nossas roupas somos dois pobres coitados. Fracos. Magricelas. Ainda assim, desejamos nossos corpos mais do que qualquer outro no…

Eu acordei antes de todo mundo na manhã de natal

[...] Fora uma manhã quieta, como qualquer outra. Na sala, não se ouvia nada além do crepitar na lareira, embora a chama que nos aqueceu durante a noite há muito estivesse apagada. O silêncio no restante da casa denuncia o óbvio, algo que venho tentando mudar desde que era pequeno — eu acordei antes de…

Todos os mistérios do mar

Seguimos nosso caminho para casa em completo silêncio. Podíamos ouvir nossos pensamentos, mas nem uma palavra sequer saía das nossas bocas. Me lembrei do tempo em que palavras eram dispensáveis e a única coisa que realmente desejava que sua boca fizesse era me chupar beijar. Uma vez ou outra, três únicas palavras forçavam sua saída — eu…

O colecionador de meias

Enfim me sento à beira do lago. Desta vez fiz questão de tirar meus sapatos e meias listradas e enfiar meus pés na água. É engraçado como após me tornar um adulto passei a ter orgulho das minhas meias. Soa incrivelmente estranho dizer isso, mesmo que seja a verdade. Minhas meias estão sempre em bom estado,…